Pílula de humor



Você já assistiu um stand up comedy de ciência? Que faça piada e ensine conceitos de matemática, física, astronomia, química, zoologia e biologia, por exemplo? Já conheceu pesquisadores que façam piada relacionando fatos cotidianos com ciência? Se não conhece, nem nunca viu, apresento-lhes The Big Van Theory, um grupo formado por 17 pesquisadores científicos espanhóis que encontrou na comédia uma forma de divulgação científica.

A ideia do The Big Van Theory (TBVT) é divulgar ciência de uma forma que possa chegar a qualquer pessoa. “Com este formato de pílulas de ciência temos chegado a centros culturais de pequenos povos, teatros por todos os cantos da Espanha, museus de ciência, universidades, institutos e bares, ou seja, a todo tipo de público”, afirma Helena González, doutora em biomedicina e integrante do TBVT.

O grupo se formou durante o concurso de divulgação científica  FameLab, realizado na Espanha em 2013. Todos os integrantes atuais do TBVT se conheceram na semifinal da primeira e segunda edição do concurso e viram no stand-up uma forma de divulgar ciência.

“É um formato que encanta o público adolescente. Com a desculpa do stand up comedy e do humor nós ganhamos a confiança e simpatia deles. Rompemos estereótipos sobre os cientistas e eles se sentem mais identificados com a gente. Eles nos fazem perguntas sobre ciência, sobre a carreira científica... fazem fotos como se fossemos estreladas do pop e somos cientistas!”, diz Helena.

Apesar do nome parecido, Helena diz que o TBVT não se inspirou no The Big Bang Theory –  série de TV americana que também fala sobre ciência. “Somente quisemos parodiar o nome. Ou eles nos parodiaram, nunca sabemos direito a ordem dos fatos. Unidos pelo e por uma pequena síndrome de Asperger universal, encontrado em todo cientista. Mas este vem de fábrica, em nenhum momento nos 'sentimos influenciados'. Além do que nossas mulheres são cientistas e referências em suas respectivas áreas. Não são as loiras tontas do outro lado. Nossa verdadeira inspiração são as coisas cotidianas. Comparamos coisas cotidianas, do dia a dia, com a ciência”, explica Helena.

A notícia ruim é que eles não têm planos, em curto prazo, de virem ao Brasil. O grupo, porém, é bastante atuante na América Latina. Vale a pena ficar de olho na agenda, caso viaje por aí. Vale também acompanhar a página do Facebook e o canal do Youtube.

Ps. Procurei mas não encontrei grupos brasileiros que fazem stand up comedy sobre ciência. Conhece algum? Compartilhe com a gente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário